SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS METALÚRGICAS, MECÂNICAS E DE MATERIAL ELÉTRICO DE GOIÂNIA – SINDMETAL – GO

Menu

Dilma: Brasil terá crescimento sustentável

Presidente participou ontem da entrega do Prêmio Finep de Inovação

Na véspera do lançamento do novo pacote de concessão dos aeroportos Galeão e Confins, a presidente Dilma Rousseff defendeu em discurso, durante a entrega do Prêmio Finep de Inovação, no Planalto, a necessidade de se eliminar os gargalos do País para chegarmos a um novo patamar de desenvolvimento. De acordo com Dilma, em decorrência das medidas adotadas pelo governo, nos próximos anos, o País terá um crescimento “sistemático e sustentável”.

Segundo a presidente, para esse “salto”, para alcançar este patamar de desenvolvimento, é preciso investir em educação e inovação. “Estou certa que, com tudo que nós fizemos este ano, o Brasil vai ter um crescimento sistemático nos próximos anos. Sistemático e sustentável”, afirmou a presidente. Ela acrescentou que o governo está “tratando dos principais gargalos do País”, depois de ter feito um processo que tirou milhões da pobreza. Segundo Dilma, 40 milhões foram para a classe média nos últimos dez anos. E prometeu para 2014 “superar a pobreza extrema”, fazendo “busca ativa” em todos os pontos do País.

Na avaliação da presidente, para o País crescer, “precisa dos empresários, dos inovadores”. Após reiterar que o Brasil “precisa crescer”, Dilma emendou citando várias medidas já adotadas para reduzir os gargalos, que são alvo de críticas de empresários e investidores. “Por isso que é tão importante desdar os nós, reduzir os gargalos, e levar o País a crescer, reduzir juros, dar uma redução dos nossos impostos, permitir que o Brasil tenha um câmbio mais competitivo, reduzir as tarifas de energia elétrica, fazer programas na área de infraestrutura em parceria com o setor privado, rodovias, ferrovias, portos e aeroportos”, listou a presidente. “Tudo isso só tem sentido se nós mudarmos o patamar de desenvolvimento brasileiro e para isso só tem duas palavras, e elas são irmãs siamesas, educação, ciência, tecnologia e inovação, então: educação e inovação”, declarou. “Sem desdar esse gargalo, nós não daremos o salto”, acentuou.

Dilma comemorou ainda os resultados de pesquisas obtidos na Região Norte do País. “A Região Norte está bombando”, assegurou a presidente, destacando o desempenho do Pará, que recebeu vários prêmios de inovação. Segundo a presidente, a produção de ciência, tecnologia, inovação será incentivada em todas as regiões do Brasil.

Fonte: O Hoje (GO)

Deixe um comentário