SindMetal - GO
18 de abril de 2014.
Tamanho fonte: A+ A-

Saiba o que é abono pecuniário

Abono pecuniário é a conversão em dinheiro, de 1/3 (um terço) dos dias de férias a que o empregado tem direito. O valor do abono deve ser calculado sobre a remuneração das férias já acrescidas do terço constitucionalmente garantido.

Logo, se um empregado tem direito a 30 dias de férias anuais, ele tem como opção, independente da concordância do empregador, de “vender” no máximo 10 desses dias, passando  a receber, então, a remuneração das férias acrescida do abono pecuniário.

A Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) estabelece que o empregado que desejar converter 1/3 (um terço) de suas férias em abono pecuniário deverá requerê-lo ao empregador,  por escrito, até 15 (quinze) dias antes do término do período aquisitivo.

O advogado do SindMetal-GO, João Batista Camargo Filho (foto), explica que o abono pecuniário deve ser pago juntamente com a remuneração das férias, ou seja, até 2 (dois) dias  antes do início do período de fruição das férias.


Veja também:

>> Entenda o que são Férias Coletivas

>> Entenda os vários tipos de demissão

>> Qual a diferença entre salário e remuneração?

Últimas do SindMetal