Trabalhadores da 5ª Festa do Metalúrgico são convidados a participar da paralisação nacional

A 5ª Festa do Dia do Metalúrgico divertiu e alegrou centenas de metalúrgicos e familiares, mas o evento teve espaço não só para diversão. O feriado de Tiradentes foi também o momento certo para fazer com que os trabalhadores soubessem do que está prestes a mudar caso as Reformas Trabalhista e Previdenciária sejam aprovadas pelo governo.

O diretor da Força Sindical Goiás, Rherman de Souza, afirmou que a data comemorativa é emblemática e importante, pois a categoria metalúrgica luta e traz progresso para o País. Ele disse que a classe trabalhadora vai “provar para o Governo que os trabalhadores têm capacidade de parar o Brasil”. Jaime Bueno esteve presente representando Marconi Perillo. “Nós somos a força do trabalho, o governador é apenas o gestor do Estado.

Representante do governador Marconi Perillo alertou os participantes sobre os riscos das reformas propostas pelo governo Temer

Após elogiar a Festa, o deputado Delegado Waldir pediu que as pessoas se engajem na luta proposta, porque, “se você ficar de braços cruzados, estará perdendo direitos. Vá às ruas. Leva a família e amigos!”, completou afirmando que estará presente na paralisação. O presidente da Federação dos Metalúrgicos de Goiás, Carlos Albino, convocou os trabalhadores a formar corrente com o grito de guerra “Ou respeite os trabalhadores ou o Brasil vai parar!”.

Presidente da Federação dos Metalúrgicos (FEM), Carlos Albino, fez um grito de guerra juntamente com os participantes como forma de protesto contra as reformas Trabalhistas e Previdenciária

Eugênio Francisco, presidente do SindMetal-GO, afirmou que os trabalhadores estão perdendo os direitos conquistados com muita luta. Ele aproveitou para convidar a categoria a participar da greve nacional. “Quero contar com todos nas ruas para darmos o grito de vitória!”. A paralisação geral do dia 28, em Goiânia, terá início na porta da Assembleia Legislativa de Goiás, acarretada pela passeata que deverá terminar na Praça do Bandeirante, no Centro da cidade.

Deixe um comentário