Tecnox se esconde atrás da crise e foge do diálogo

15/03/2016

Restou improdutiva a reunião realizada nesta terça-feira, 15 de março entre a direção do sindicato e o sócio proprietário das empresas José Alves e Magaine (Tecnox) e Tele Dias Gravata (Fortnox), na tentativa de firmar o Acordo Coletivo de Trabalho em 2016. Foi a primeira entre as partes em 2016.


Reunião foi realizada na sede do sindicato nesta terça-feira

No encontro, o empresário evitou discutir a pauta apresentada pelo trabalhadores encaminhada no mês de fevereiro, da qual consta um pedido de aumento salarial de 20% nos salários.  A alegação é a falta de recursos por conta da crise, mas prometeu estudar a pauta para uma nova reunião, que ficou agendada para o dia 23 de março.


Empresário alega falta de recursos devido à crise econômica

O presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco, diz que a posição do sindicato perante esse argumento é a mesma para todas as empresas. “É sempre a mesma desculpa, mas já dissemos: deixamos a crise política para o congresso, nós do SindMetal-GO trabalhamos com o ser humano. Este merece nosso respeito e a devida valorização do seu trabalho”, afirma o dirigente.


Presidente do SindMetal-GO diz que sindicato irá correr atrás de índice salarial justo

Deixe um comentário