SindMetal-GO inicia negociação de metas do PPR 2016 na empresa Planalto

A direção do SindMetal-GO, liderada pelo seu presidente, Eugênio Francisco, se reuniu com a cúpula da Planalto Indústria Mecânica Ltda. nesta sexta-feira, 16 de setembro para discutir as metas do Programa de Participação nos Resultados (PPR) do primeiro semestre de 2016. Quatro operários do setor de produção da empresa e cinco representantes administrativos da indústria participaram das discussões.

A empresa alegou não ter pago o PPR do segundo semestre de 2016 porque as vendas não foram suficientes para que a meta fosse atingida, mas o sindicato ainda espera a prestação de contas referente ao período. A advogada do SindMetal-GO, Maria Eugênia Neves Santana negociou a redução das metas. “Por conta da falta de demanda, os trabalhadores estão tendo problemas para cumpri-las. Não tem como eles produzirem a mesma quantidade dos anos anteriores”, explica.

O presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco, explica que a maioria das empresas estipulam uma meta inviável para o trabalhador. “O nosso papel é certificar de que o trabalhador não esteja sendo explorado para alcançar um objetivo que ele jamais conseguirá atingir”, ressalta. O auxiliar de produção na indústria, Manoel Pereira Sobrinho, reconhece a importância da participação do sindicato. “Nos sentimos verdadeiramente representados” diz ele.

Volta da cesta básica integral

Durante a reunião, a diretora superintendente da empresa, Sirlene M. de Queiroz, se comprometeu a voltar a fornecer a cesta básica integral, que havia sido reduzida há cerca de dois meses. O compromisso é de que o fornecimento seja normalizado entre os dias 5 e 10 do mês de outubro.

Deixe um comentário