Queda no PIB foi causada pela Operação Lava-Jato, diz Dilma

A reunião realizada nesta segunda-feira, 27 de julho, pela presidente Dilma Rousseff com o vice-presidente, Michel Temer, e doze ministros está rendendo polêmicas. Após o ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, ter dito que as votações no Congresso no próximo semestre serão um “embate político”, o alvo agora foi a Operação Lava-Jato.

Segundo um dos ministros presentes na reunião, a presidente culpou a operação realizada pela Polícia Federal pela diminuição do Produto Interno Bruto (PIB) do país neste ano. De acordo com o comentário de Dilma Rousseff, a investigação levou à queda de um ponto percentual no PIB.

A presidente teria se manifestado após uma exposição do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, sobre o cenário econômico atual e as perspectivas em caso de não aprovação das medidas do pacote de ajuste fiscal pelo Congresso e não deu mais detalhes do cálculo mencionado por ela.

No encontro, que teve como objetivo cobrar dos ministros indicados pelos aliados maior fidelidade da base nas votações no Congresso, Dilma Rousseff pediu que o grupo “fidelize” os parlamentares, a fim de evitar falta de consenso nas bancadas e aumentar o compromisso dos partidos aliados com o governo.

Deixe um comentário