SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS METALÚRGICAS, MECÂNICAS E DE MATERIAL ELÉTRICO DE GOIÂNIA – SINDMETAL – GO

Menu

O prejuízo da obesidade no rendimento físico do trabalhador metalúrgico

De acordo com pesquisa realizada pelo IBGE no final de 2015, 56,9% dos brasileiros estão acima do peso. Nas crianças entre 5 e 9 anos, a porcentagem é de 33%. Um número que assusta e tem causado alerta. O aumento significativo da obesidade no Brasil é devido à mudança nos hábitos alimentares: o brasileiro trocou a comida caseira pela comida rápida, como os sanduíches das redes de fast food.

Segundo a nutricionista Fernanda Accarini, a obesidade pode causar doenças crônicas como hipertensão e diabetes, prejudicando o desempenho do metalúrgico no trabalho. “Essas doenças resultam na dificuldade de execução das atividades, afinal, este profissional precisa ter uma saúde estabilizada porque a profissão exige grande esforço físico”.

Café da manhã e lanche da tarde são direitos garantidos na Convenção Coletiva da categoria. Na maioria das empresas, o que se fornece, com muito custo, é o pão com manteiga e leite de vaca. Fernanda afirma que esta alimentação não é suficiente e dá algumas dicas para o trabalhador conseguir enfrentar o dia de trabalho se mantendo saudável. “Controle o consumo de alimentos industrializados, evite refrigerantes e coma verduras e frutas”, aconselha.

Post_Metal_Saude_Obesidade-01

Deixe um comentário