SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS METALÚRGICAS, MECÂNICAS E DE MATERIAL ELÉTRICO DE GOIÂNIA – SINDMETAL – GO

Menu

Metalúrgicos vão esperar mais alguns dias para decidir aumento

A esperada reunião entre os sindicatos profissional e patronal do setor metalúrgico da Grande Goiânia não frutificou. No encontro realizado nesta terça-feira, 19 de maio, a comissão de negociação do Simelgo apresentou índice de aumento salarial de 8,5% para fechar a convenção coletiva da categoria para o ano de 2015. Diante da proposta aquém da inflação real, a diretoria do SindMetal-GO recusou-se a aceitá-la.


Diretoria do SindMetal-GO se recusa a aceitar índice de 8,5% de aumento para fechar a convenção

Como sempre, a comissão que representa o patronato não teve autonomia para avançar no índice. Assim sendo, o sindicato dos trabalhadores enxergou como última alternativa sugerir que o aumento fosse parcelado, mantendo 8,5% a partir de abril de 2015, tendo em vista as alegações de que a crise financeira que o país atravessa é momentânea. A proposta foi levada para discussão entre a diretoria do Simelgo e um posicionamento oficial pode ser anunciado a qualquer momento.


Como sempre, a comissão que representa o patronato não teve autonomia para avançar no índice

O presidente do SindMetal-GO, Nelson de Padua Netto, está esperançoso quanto à aceitação da proposta por parte do patronato. Ele alega que os metalúrgicos já sofreram demais com a enrolação dos empresários. “O trabalhador já está prejudicado, uma vez que a data base venceu no dia 1º de abril. Queremos viabilizar este acordo o mais rápido possível” afirma.

Deixe um comentário