SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS METALÚRGICAS, MECÂNICAS E DE MATERIAL ELÉTRICO DE GOIÂNIA – SINDMETAL – GO

Menu

Habeas corpus que tentava evitar a prisão de Lula é negado

Foi negado nesta quinta-feira (25/06) o habeas corpus preventivo que pede que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não seja preso na Operação Lava Jato, da Polícia Federal. O pedido havia sido impetrado na Justiça Federal no Rio Grande do Sul na última quarta-feira (24/06) e foi solicitado por Maurício Ramos Thomaz, de Campinas, que se identifica como consultor.

O objetivo da ação seria proteger o ex-presidente, uma vez que, segundo o pedido, ele estaria prestes a ser preso preventivamente. Para defender a alegação, Thomaz utilizou como exemplo notícias veiculadas em revistas, jornais e portais de informação, que estariam noticiando a possível prisão de Lula.

O habeas corpus foi negado pelo desembargador federal João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Federal da 4ª Região (TRF4), que julga processos da Operação Lava Jato. Segundo o juiz, a pretensão do autor é infundada legalmente. Além disso, ele afirma que o “autor popular não traz qualquer informação concreta sobre aquilo que imagina ser uma ameaça ao direito de ir e vir” de Lula.

No documento, Thomaz critica juízes, advogados dos réus do mensalão e jornalistas. Segundo o Instituto Lula, o ex-presidente não está por trás do pedido e qualquer cidadão poderia solicitar o habeas corpus.

Deixe um comentário