Empregados da Química Amparo renovam acordo do Banco de Horas para 2016

13/01/2016

Em assembleia realizada nesta terça-feira, 12 de janeiro, os empregados da Química Amparo Ltda. aprovaram a renovação do banco de horas para o ano de 2016. Devido à demora dos empresários em apresentar o projeto de banco de horas, por pouco o ano começa sem a compensação das horas excedentes trabalhadas, por folgas.


Advogado do SindMetal-GO, João Batista orienta trabalhadores para votação

O presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco, presidiu a reunião e deixou claro que, apesar de o sindicato ser contra a aprovação, o desejo do trabalhador está garantido. “Acreditamos que o banco de horas favorece apenas o empresário e tira o operário de seu ambiente familiar, mas, de qualquer forma a escolha do trabalhador será respeitada”, garante.


Presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco fala aos operários

Cleyri Ivania, auxiliar de produção na empresa, considera o método utilizado para a decisão é o mais correto. “O voto secreto permite que a gente se expresse sem pressão externa e escolha o que realmente achar melhor”, afirma. André Luiz Balthazar, supervisor de produção, acredita que está é a forma mais democrática de todos os funcionários opinarem sobre seu futuro. “Também é fundamental que o sindicato acompanhe para nos representar”, diz ele.


Operários depositam votos na urna


Empregados acompanham contagem dos votos

Fonte: Núcleo de Jornalismo e Assessoria de Imprensa

Deixe um comentário