Empregados da JK Montagens firmam acordo com 12% de aumento

SindMetal-GO realizou assembleia na última sexta (31)

Em assembleia realizada na sexta-feira, 31 de maio, os empregados da JK Montagens e da Cemix aprovaram a contraproposta das metalúrgicas de 12% de aumento. A votação foi realizada em três etapas, já que as empresas prestam serviços na Unilever, em Senador Canedo, e na Hypermarcas, em Goiânia.


Trabalhadores reúnem-se na porta da empresa para vota contraproposta

O percentual foi aprovado por 42, dos 73 empregados que votaram. Apenas 11 votos diferenciaram a aprovação da rejeição do novo acordo coletivo que passa a valer com data retroativa de 1º de abril, quando venceu a data base da categoria. O índice é mais de 60% acima da inflação acumulada no período, que fechou em 7,22%.


Equipe do SindMetal-GO apura votos dos metalúrgicos

O presidente do SindMetal-GO, Roberto Ferreira, avalia que o resultado foi positivo. “Apesar de não termos chegado ao índice reivindicado pelos metalúrgicos, que era de 15%, o indicativo de greve foi decisivo. Esta foi a primeira vez que os empregados destas empresas decretaram a paralisação, fator decisivo que forçou a direção das empresas a aumentar os valores”, explica.

Leia mais:
>> SindMetal-GO firma acordo coletivo com a Metalúrgica Rezende
>> Metalúrgicos decretam greve em assembleia no SindMetal-GO
>> Empresários da Mangels intimidam trabalhadores

Fonte: Assessoria de Comunicação SindMetal-GO

Deixe um comentário