Empregados da Irontec entram em greve por atraso de pagamento

Com mais de dois meses sem ver a cor do pagamento, os empregados da Irontec Construção Metálica Ltda., localizada no Polo Industrial de Aparecida de Goiânia, deflagraram greve por tempo indeterminado a partir da próxima segunda ou terça feira.  A assembleia foi convocada pelo SindMetal-GO e realizada nesta quinta-feira, 17 de março. Os operários estão sem receber os salários de janeiro e fevereiro de 2016. “Está difícil, queremos trabalhar, mas queremos receber também”, afirma o soldador na empresa Antônio Luiz.


Diretoria do sindicato faz votação com trabalhadores para definir acordo com a empresa

O sindicato tentou de todas as formas negociar o pagamento com a empresa, mesmo que de forma parcelada e até obteve uma proposta da empresa, porém os empregados rejeitaram em razão do número de parcelas apresentadas. Todas as providências estão sendo tomadas pelo departamento jurídico da entidade, a fim de assegurar a legalidade do movimento paredista.


Advogada do sindicato tenta negociar com empresários

A diretoria do sindicato acredita que este é o primeiro reflexo direto provocado pela conivência da Superintendência Regional do Trabalho de Goiás com a atitude das empresas, já que o órgão do Ministério do Trabalho é o legítimo responsável pela fiscalização. “A greve é um direito dos trabalhadores. O operário não pode pagar o pato pela má gestão dos patrões, estamos de olho”, afirma o presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco.

Deixe um comentário