Dilma Rousseff pode renunciar se popularidade permanecer baixa

O vice-presidente da república Michel Temer debateu nesta quinta-feira, 3 de setembro, sobre a crise econômica e política, durante encontro organizado pelo movimento de oposição ao governo “Acorda, Brasil”. Interrogado sobre a chance de renúncia da Dilma, Temer afirmou que, caso a popularidade da presidente continue em baixa, ela pode não resistir até o fim do mandato.
Apesar da baixa popularide do governo, registrada em uma pesquisa atual na Datafolha, e da grande rejeição popular, Temer disse que ainda acredita que as coisas melhorem até o próximo ano. Segundo ele, a crise deve começar a sumir do País em 2016.
Ao final da reunião, Temer afirmou que não faria nada para prejudicar a petista e, se nem mesmo as mudanças conseguirem melhorar a popularidade de Dilma, ele jamais seria oportunista. “Agora não é torcer. É trabalhar”, disse.
Fonte: Núcleo de jornalismo e assessoria de imprensa

Deixe um comentário