Crise econômica afeta montadoras e obriga metalúrgicos a aderirem às férias coletivas

A crise econômica que assola o País também está afetando Goiás. Em razão disso, duas montadoras instaladas no Estado aderiram às férias coletivas. Trata-se da Hyundai, em Anápolis, e a Mitsubishi, em Catalão.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Catalão, SIMECAT, realizou uma assembleia para anunciar as medidas que estão sendo tomadas pela Mitsubishi. As férias coletivas estão programadas para julho e a empresa já anunciou um plano de demissão voluntária.

Os trabalhadores da Hyundai voltaram esta semana após 15 dias de recesso. Devido à queda nas vendas, a montadora suspendeu suas atividades pela segunda vez neste ano. Em abril, os trabalhadores tiveram férias coletivas. Na cidade de Catalão, os trabalhadores da Mitsubishi também enfrentam problemas. No mês passado, a montadora vendeu apenas a metade dos carros fabricados.

Deixe um comentário