Brasil é último em ranking sobre retorno de impostos pela quinta vez

O Brasil está entre os 30 países com a maior carga tributária no mundo, mas é o que oferece o menor retorno em serviços público de qualidade à população. O ranking foi divulgado nesta segunda-feira, 1º de junho, pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT). Esta é a quinta vez que o Brasil figura entre os últimos colocados da lista.

Nós ficamos atrás de países como Argentina, Uruguai e Grécia. O estudo leva em consideração a arrecadação de tributos do país em todas as suas esferas (federal, estadual e municipal) em relação ao PIB (Produto Interno Bruto) de 2013 e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da Organização das Nações Unidas (ONU), que mede a qualidade de vida e bem-estar da população.

Em plena crise econômica no país, os dados divulgados hoje causam estranheza. A matemática é básica: se o Brasil arrecada tanto, mas não investe na população, para onde vai o dinheiro? E mais: como é possível que o Governo Federal crie medidas de ajuste fiscal que chegam ao absurdo de retroceder nos direitos trabalhistas e ainda alega que falta dinheiro nos cofres públicos?

Deixe um comentário