SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS METALÚRGICAS, MECÂNICAS E DE MATERIAL ELÉTRICO DE GOIÂNIA – SINDMETAL – GO

Menu

Assembleia Geral: categoria rejeita contraproposta feita por Simelgo

Trabalhadores não aceitam enrolação dos patrões

Nesta segunda-feira, 18 de abril de 2011, ocorreu mais uma Assembleia Geral dos Metalúrgicos de Goiânia. A categoria se reuniu para avaliar a contraproposta das reivindicações para a Convenção Coletiva, feitas pelo sindicato patronal (Simelgo).

Por meio de votação aberta, a maioria dos trabalhadores rejeitou a proposta de 8% de aumento salarial oferecida pelos patrões. “Esse índice de aumento é ridículo. Nós precisamos ser valorizados”, gritavam os empregados.


Trabalhadores votam a contraproposta feita pelos patrões

De acordo com o presidente do SindMetal-GO, Roberto Ferreira, “o atraso nas negociações, causado pela falta de bom senso do sindicato patronal, só está piorando a situação”. Para ele, ficou claro que “os trabalhadores não foram vencidos pela enrolação, pois toda a categoria está altamente mobilizada e pronta para ir até as últimas consequências”.

Roberto afirmou ainda que o Simelgo está cometendo os mesmos erros de 2009, o ano em que ocorreu a Greve Geral dos Metalúrgicos.

As negociações devem ser retomadas imediatamente. Um ofício já está sendo encaminhado à diretoria do Sindicato Patronal.

Veja também:

>> Diretoria do SindMetal-GO reúne-se para discutir Campanha Salarial

>> Trabalhadores da Metalúrgica Rezende rejeitam contraproposta

>> Dieese promove evento sobre crescimento da economia goiana

Fonte: Assessoria de Comunicação do SindMetal-GO

Deixe um comentário