SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS METALÚRGICAS, MECÂNICAS E DE MATERIAL ELÉTRICO DE GOIÂNIA – SINDMETAL – GO

Menu

Após demissão de 250 por telegrama, metalúrgicos da GM entram em greve

Mais de cinco mil empregados da fábrica da General Motors, em São José dos Campos, cruzaram os braços por tempo indeterminado nesta segunda-feira, 10 de agosto. A greve foi aprovada em assembleia realizada pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos na manhã de hoje, em protesto contra 250 demissões anunciadas pela empresa no último sábado.

O descaso e a falta de humanidade por parte dos empresários causaram revolta, já que os empregados souberam das demissões por meio de telegrama, em pleno final de semana e sem qualquer aviso prévio. Para piorar, todos os trabalhadores demitidos foram orientados a não realizar o exame médico demissional.

Com a paralisação geral aprovada, o sindicato busca a anulação das demissões anunciadas pela montadora e garantir a estabilidade no emprego. Ao todo, cerca de 750 operários da unidade estavam em layoff (suspensão temporária de contratos) e deveriam ter retornado à fábrica hoje – os funcionários demitidos não fazem parte deste grupo.

Deixe um comentário