Vendas caem até 20% nos açougues

A alta do preço da arroba do boi em Goiás continuará atingindo o bolso do consumidor. Somente nos dois primeiros meses do ano, o quilo da alcatra e subiu 7% e o acém, 1,57%, segundo levantamento da Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan). E a tendência é de que um novo aumento seja constatado na inflação deste mês. Donos de açougues já apontam queda de 20% nas vendas.

O jardineiro Genival da Silva, diz que o valor reservado para a compra da carne vem engolindo cada vez mais parte do orçamento familiar. Ontem à tarde, deixou de lado a costela de melhor qualidade. “Não vou comprar carne que custa R$ 7 o quilo, vou levar a de R$ 5.”

A dona de casa, Zulmira Alves Nunes diz que está driblando a elevação de preços de três formas: diminuindo o consumo, buscando promoções ou trocando um corte de carne por outro mais barato. “Levei um susto, o quilo da paloma custava R$ 9,90 e agora está a R$ 14”, diz. Neste caso, o aumento foi de 41%.

Segundo o proprietário da Casa de Carnes Fortaleza, Raimundo Coelho Pinto, as vendas do mercado varejista de carne recuam rapidamente após elevações dos preços dos cortes do boi. Ele conta que, em outubro do ano passado, comprava uma vaca de 180 quilos por R$ 1.080. Atualmente, paga R$ 1.350.

Fonte: O Popular

Deixe um comentário