SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS METALÚRGICAS, MECÂNICAS E DE MATERIAL ELÉTRICO DE GOIÂNIA – SINDMETAL – GO

Menu

Trabalhadores conquistam Comissão de Fábrica na CIBI

Foi aprovada em assembléia na CIBI de Taubaté na manhã de sexta-feira (18) a implantação de uma Comissão de Fábrica na empresa que vai junto com a direção do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região negociar as reivindicações dos trabalhadores.

Com a decisão dos trabalhadores, fica suspenso o estado de greve e nos próximos dias já deverá ser eleita uma Comissão de Fábrica na CIBI, o que representa uma grande conquista para a Organização no Local de Trabalho na empresa.

A Comissão de Fábrica deverá ser formada por três trabalhadores e assim que for eleita vai debater junto com a Sindicato a pauta dos trabalhadores que envolve questões como os valores cobrados pela empresa para o transporte e alimentação, custo do plano médico, além de casos de assédio moral com ameaças de demissões, suspensões e advertências.

A questão dos Cipeiros (membros da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) que foram demitidos também será avaliada pelo Sindicato, Comissão de Fábrica e empresa.

Para o vice-presidente do Sindicato, Claudemir Monteiro, o Mil, a decisão dos trabalhadores representa uma conquista histórica para a Organização no Local de Trabalho.

“Será a primeira Comissão de Fábrica na CIBI, uma representação organizada, com estatuto, que vai garantir sempre o diálogo com a empresa para atender as reivindicações dos trabalhadores e a defesa das gerações futuras de trabalhadores”, disse Mil.

“É importante também ressaltar que a criação dessa Comissão de Fábrica é uma vitória porque ela surgiu da organização dos trabalhadores no debate realizado na reunião plenária na sede do Sindicato, no dia 08 de fevereiro, e essa Comissão vai reafirmar as reivindicações levantadas pelos trabalhadores e lutar pela defesa de seus direitos”, afirma ainda o vice-presidente do Sindicato.

A CIBI tem cerca de 200 trabalhadores e produz equipamentos para construção civil como autobetoneiras, usinas misturadoras, e bombas de lançamento de concreto entre outros.

Fonte: Diário de Taubaté

Deixe um comentário