Sindicato dos Metalúrgicos de São José inicia conversas com a Chery

Construção da fábrica em Jacareí foi um dos temas discutidos em encontro. Banco de dados com profissionais da área pode ser criado pela montadora

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos se reuniu com representantes da montadora chinesa Chery para discutir o andamento da implantação da fábrica em Jacareí e formalizar a relação entre a entidade e a empresa.

O encontro aconteceu na última sexta-feira (9) em São José dos Campos e reuniu dirigentes do sindicato com o vice-presidente mundial da Chery, Weiqiang Du, o vice-presidente da montadora no Brasil, Dejun Wu, e o CEO Luis Curi.

De acordo com Antônio Ferreira de Barros, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, a reunião iniciou as conversas da empresa com a entidade. “Foi bom para nós traçarmos um cronograma de discussões até a conclusão da unidade e início da produção. Nós devemos nos reunir com eles mensalmente para discutir as questões de implementação da fábrica”, explicou ao G1.

Entre os assuntos em discussão, estava a criação de um banco de dados com mão-de-obra qualificada que pode ser absorvida pela montadora. A lista pode ser composta com funcionários demitidos da General Motors. “Uma coisa é nossa luta pelo emprego na GM e as negociações por mais investimento na planta. Outra coisa é a formação desse banco de dados. São coisas distintas, não se pode misturar. A Chery sabe que para tocar uma fábrica nova precisa de gente com mais experiência”, afirma.

Ainda segundo Barros, o sindicato deve formalizar uma proposta para a empresa na quarta-feira (14) sobre a criação do banco de dados. O teor não foi revelado por Barros, mas ele enfatizou que “politicamente o sindicato não vê problema da empresa fazer a lista”.

No encontro também foram discutidas as fases de construção da fábrica. De acordo com o Sindicato, a empresa informou que a fase de terraplanagem foi encerrada e que agora deve se iniciar a etapa de construção civil.

A expectativa do sindicato é que na primeira fase da operação da fábrica sejam gerados 1.300 empregos. A fábrica de Jacareí vai operar nos setores de funilaria, montagem e pintura e deve ser concluída no segundo semestre de 2013. “Exatamente quando começarão as contratações ainda não é possível dizer, mas estimo que seja seis ou sete meses antes do início da produção”.

O Celer, com motor 1.5 flex e sistema bicombustível, é o veículo da marca que será fabricado na unidade de Jacareí. A planta será a primeira de uma chinesa fora do país de origem onde todas as etapas de produção serão realizadas.

A montadora planeja produzir 150 mil veículos por ano na unidade de Jacareí, mas a capacidade máxima deve atingir essa meta de produção em um prazo de dois a três anos.

Fonte: G1.com

Deixe um comentário