Serviços crescem em Goiás

Puxada pelos segmentos de informação e comunicação, serviços prestados às famílias e transportes, serviços auxiliares e correios, a receita nominal de prestação de serviços cresceu 10,8% em abril no Estado, quando comparado ao mesmo mês do ano passado. De acordo com dados da Pesquisa Mensal de Serviços divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Goiás registrou o quarto maior crescimento entre as unidades da federação e está acima da média nacional de 6,2%.

O destaque estadual é o serviço de informação e comunicação, cuja taxa de crescimento foi de 24,3%, mais que o dobro de Santa Catarina, o segundo colocado, com 12%. Nesse segmento estão inseridos serviços de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), serviços audiovisuais, de edição e agências de notícias.

ATRASADO

Há dois anos, segundo o diretor de serviços da Primetek, Kariton Lima, o setor vive processo de expansão. Há 18 anos neste mercado, ele acredita que o crescimento do setor de tecnologia em Goiás começou um pouco atrasado. “Estamos vivendo isso agora, mas esse processo de expansão já vem ocorrendo há muitos anos em outros Estados”, explica.

Para ele, este desenvolvimento poderia ainda ser mais expressivo, se não fosse pelo apagão de mão de obra especializada. “Tem muita empresa pisando no freio, porque não consegue profissionais qualificados”, diz. Somente na empresa no qual trabalha, são seis vagas ociosas.

Sozinho, o segmento de informação e comunicação é responsável por um terço do peso da pesquisa do órgão, ressalta o superintendente do IBGE em Goiás, Edson Roberto Vieira. “A boa variação deste segmento é importante para explicar a posição do Estado na pesquisa”, diz.

Edson diz que este último resultado da pesquisa consolida a sequência positiva do crescimento dos setores de serviços nos últimos meses em Goiás. No acumulado do ano, o Estado registrou incremento de 14,1% se comparado ao mesmo período de 2013. Nos últimos 12 meses, o crescimento foi um pouco menor, 11,4%.

Fonte: O Popular

Deixe um comentário