Preço da gasolina já avançou 0,6% e energia vai subir mais em 2014, diz BC

O preço da gasolina e do gás de cozinha já subiram, respectivamente, 0,6% e 0,3% neste ano, até fevereiro, informou o Banco Central nesta quinta-feira (27). Com isso, não se confirmou a previsão anterior, da autoridade monetária, realizada no fim do mês passado, na última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), de que estes preços ficariam estáveis em 2014.

Ao mesmo tempo, o BC também admitiu que a energia elétrica residencial vai subir mais neste ano. A expectativa anterior da autoridade monetária, feita no fim de fevereiro, era de os preços da energia avançariam 7,5% neste ano. A nova previsão, anunciada no relatório de inflação, divulgado hoje, é de que a alta será um pouco maior: de 9,5% em 2014.

Recentemente, o governo federal anunciou novas medidas para socorrer as distribuidoras de energia e reduzir o impacto na conta de luz pelo uso das usinas termelétricas, cuja produção é mais cara. Para bancar esse custo, haverá um novo aporte do Tesouro, no valor de R$ 4 bilhões, e será permitido que as distribuidoras emprestem R$ 8 bilhões no mercado.

O montante de R$ 12 bilhões anunciado pelo governo será rateado entre o Executivo, consumidores e agentes do setor. Mas a parte da fatura que deverá ser repassada à conta de luz, estimada atualmente em R$ 8 bilhões, só será cobrada a partir de 2015, informou o Ministério de Minas e Energia há duas semanas.

O BC também informou, no relatório de inflação divulgado hoje, que considera, em suas projeções, estabilidade nas tarifas de telefonia fixa em 2014. “De acordo com esses modelos, em ambos os cenários, a projeção de reajustes dos itens administrados por contrato e monitorados é de 5% para 2015, ante 4,5% considerados no Relatório anterior”, acrescentou a instituição.

Fonte: G1

Deixe um comentário