Piso salarial subiu menos em 2011, mas venceu a inflação

A alta da inflação e o reajuste menor do salário mínimo em 2011 tiveram impacto direto nos aumentos concedidos aos pisos salariais no ano passado

São Paulo – A alta da inflação e o reajuste menor do salário mínimo em 2011 tiveram impacto direto nos aumentos concedidos aos pisos salariais no ano passado. Os ganhos reais desaceleraram em relação aos obtidos há dois anos.

Apesar de 92% dos pisos conseguirem reajustes acima do INPC (indicador do IBGE usado nas negociações salariais), somente 19% deles tiveram ganhos 5% superiores à inflação no ano passado.

Em 2010, o porcentual de pisos com ganhos reais nessa mesma proporção foi maior: 34,6%. Nesse mesmo ano, 94% dos pisos salariais analisados tiveram reajustes acima do INPC.

Os dados constam de estudo divulgado pelo Dieese, que considera 671 pisos negociados por diferentes categorias profissionais do país.

“O salário mínimo ainda é referência para reajustar os pisos. Como não houve na prática aumento real do mínimo no ano passado, foi somente 0,4%, a magnitude dos aumentos dos pisos também foi menor em 2011”, diz o economista José Silvestre Prado de Oliveira, coordenador de Relações Sindicais do Dieese. Em 2010, o aumento real concedido ao salário mínimo havia sido de 5,9%.

negociações

A inflação também foi um fator decisivo nas negociações, segundo destaca o economista. O INPC acumulado em 12 meses anteriores a janeiro de 2010 foi de 3,45%. Em janeiro do ano passado, considerado o mesmo período acumulado, foi quase o dobro: 6,47%.

Fonte: O Popular

Deixe um comentário