Metalúrgicos obtêm liminar para depositar IR de PLR

Os trabalhadores da GM receberam R$ 6.600 de primeira parcela do benefício

O Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano obteve liminar da Justiça para que os cerca de 12 mil trabalhadores da fábrica da General Motors no município depositem em juízo, e não para a Receita Federal, o desconto do Imposto de Renda nos rendimentos da PLR (Participação nos Lucros e Resultados). Segundo o presidente da entidade (atualmente licenciado), Aparecido Inácio da Silva, o Cidão, a decisão, embora ainda caiba recurso, aumenta as chances de devolução dos valores arrecados. Os trabalhadores da GM receberam R$ 6.600 de primeira parcela do benefício.

Sindicatos dos Metalúrgicos (ligados à Força Sindical e também da CUT), dos Bancários, dos Químicos do ABC e Petroleiros vêm lutando para conseguir do governo o fim da cobrança do IR sobre a participação. Dados do Dieese apontam que, se a PLR das bases desses sindicatos fosse desonerada, mais de R$ 1,6 bilhão ficaria nas mãos dos trabalhadores.

Fonte: Diário do Grande ABC (SP)

Deixe um comentário