Metalúrgicos defendem valorização do trabalho para país crescer

Metalúrgicos reunidos em Betim (grande Belo Horizonte, MG) defendem a valorização do trabalho como desenvolvimento do país

O Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul e Região participou da Plenária Nacional da Federação Interestadual de Metalúrgicos e Metalúrgicas (Fitmetal), realizado em Betim (MG), na última sexta-feira e sábado, dias 8 e 9. Com uma comitiva de 23 diretores, a entidade defendeu uma política de emprego e renda com valorização do trabalho e a unicidade sindical.

O encontro, que reuniu metalúrgicos de todo o Brasil, teve o objetivo de promover o debate sobre quais ações serão tomadas pela Federação, que completou dois anos de atividades no último dia 1º. Segundo o presidente da Fitmetal, Marcelino da Rocha, “esta plenária comprova o trabalho realizado nestes dois anos em que unificamos as ações e reivindicações dos metalúrgicos e dos trabalhadores classistas”.

Durante o encontro foram realizados debates sobre o combate a discriminação racial nos locais de trabalho, a inserção da juventude na área metalúrgica e a representação das mulheres no movimento sindical.”Ficou estabelecido que realizaremos um trabalho nacional de formação com cada um destes coletivos porque há o diagnóstico de que a formação de lideranças sindicais não está sendo priorizada”, afirma a secretária de Formação da Fitmetal, Eremi Melo.

O trabalho de formação será realizado em duas etapas: Na primeira, dirigentes de todos os sindicatos filiados à Fitmetal receberão treinamento. Depois, estes ficarão responsáveis pela formação da sua base. No caso das mulheres, o curso deverá ser realizado em Caxias do Sul Sul, por ser a cidade sede do sindicato que reúne o maior número de mulheres trabalhadoras, entre os sindicatos filiados à Fitmetal.

No segundo dia de trabalho, também foram realizados debates sobre Valorização do Trabalho nos processos de industrialização e desindustrialização e sobre Unicidade X Pluralismo Sindical. O presidente em exercício do Sindicato dos Metalúrgicos, Leandro Velho, argumentou que o sindicalismo precisa ser autônomo e independente.

“As mudanças são bem-vindas no intuito de agregar e não acabar a unicidade sindical”. Além disso, salientou o presidente, a sustentação financeira da entidade é responsabilidade dos trabalhadores, pois precisam manter a entidade que os representa e garante seus direitos.

“Nada mais justo, esse não é um dever do Estado e muito menos dos empresários.”

Durante o encontro também foi realizado um balanço dos dois anos da Fitmetal e realizada a eleição da diretoria. O presidente em exercício do Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul e Região, Leandro Velho, foi reeleito para a Secretaria Sul; o membro do Conselho Fiscal, Alberto Gonçalves, foi eleito para a Secretaria de Comunicação; a coordenadora do departamento Feminino, Diana Lucia de Souza foi eleita para a setorial de Bens de Capital e Máquinas Agrícolas e a secretária de formação da CTB-RS, Eremi Fátima da Silva Melo, foi reconduzida para a Secretaria de Formação.

Fonte: Portal Vermelho

Deixe um comentário