Metalúrgicos da reparação de veículos entram em estado de greve

Eles querem 9% de aumento geral e o sindicato patronal oferece somente 7,5%

Mais uma paralisação dos metalúrgicos da região poderá ser deflagrada na próxima semana. Na assembleia realizada na noite dessa quinta-feira, os trabalhadores no setor de reparação de veículos aprovaram o estado de greve.  Eles querem 9% de aumento geral e o sindicato patronal oferece somente 7,5%.

São mais de 500 trabalhadores na região atuando nas retíficas, oficinas mecânicas, chapeação e pintura entre outros nos 29 municípios de base com a maior concentração em Criciúma. Conforme o presidente do Sindicato dos Trabalhadores  Metalúrgicos de Criciúma e região (Sinmetal), Francisco Pedro dos Santos, uma nova assembleia será realizada dia 26, às 18h30min, no sindicato em Criciúma e sem sinalização de nova proposta à greve deverá acontecer a partir de segunda-feira, dia 31 de março.

Fonte: Engeplus

Deixe um comentário