SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS METALÚRGICAS, MECÂNICAS E DE MATERIAL ELÉTRICO DE GOIÂNIA – SINDMETAL – GO

Menu

Metalúrgicas brasileiras investem R$ 212 milhões em pesquisa e desenvolvimento

Já os incentivos fiscais concedidos pelo governo chegaram a R$ 72 milhões

O setor de metalurgia investiu R$ 212 milhões na criação de projetos e desenvolvimento de ações inovadoras. Já os incentivos fiscais concedidos pelo governo chegaram a R$ 72 milhões. Os dados são do último relatório do ministério de Ciência Tecnologia  e Inovação (MCTI). “Os valores poderiam ser substancialmente maiores se a indústria como um todo conhecesse os mecanismos de incentivo à inovação no Brasil”, afirma André Palma, diretor Brasil da Global Approach Consulting (GAC).
 
“O ramo de metalurgia tem tudo para expandir seu potencial em inovação, principalmente, em um período que o Brasil direciona o foco para os investimentos em infraestrutura”, completa Palma. De olho no crescimento do mercado de inovação, a consultoria, que chegou ao Brasil em 2011, com a abertura de um escritório em São Paulo pretende, até o fim do ano, iniciar operações em mais seis capitais: Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Florianópolis, Curitiba, Porto Alegre e Brasília.
 
Um dado adicional revelado pelo estudo do governo é o aumento de empresas que passaram a contar com a renúncia fiscal. Só no setor de metalurgia, por exemplo, o número dobrou entre 2006 e 2010. Saltou de 22 para 45. Em todos os setores de atividade do País, já são 639 o número de empresas que contam com o benefício. Há quatro anos, eram apenas 130.
 
Sobre a GAC
A francesa GAC é a maior consultoria do mundo na obtenção de recursos para inovação. Presente em quatro continentes, chegou ao Brasil em 2011. Com uma carteira de mais de 50 clientes locais, realiza análise técnica, fiscal, contábil e estratégica, e auxilia as empresas que investem em projetos inovadores a obterem incentivos fiscais.

Fonte: Paran@Shop (PR)

Deixe um comentário