Mercado financeiro volta a reduzir projeção de crescimento econômico para este ano

De acordo com o boletim, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) poderá fechar 2013 em 5,53%

O mercado financeiro voltou a reduzir a estimativa de crescimento da economia em 2013. A nova projeção passou para 3,2% ante os 3,26% previstos anteriormente. Os números estão no boletim Focus, divulgado semanalmente pelo Banco Central.
 
Embora o governo tenha divulgado que existe uma tendência de queda da inflação, investidores e analistas do mercado financeiro continuam pessimistas. De acordo com o boletim, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) poderá fechar 2013 em 5,53%. No levantamento anterior, o mesmo índice foi estimado em 5,49%. Os preços administrados (que são fixados ou controlados pelo governo) passaram a ser estimados com elevação de 3,34% e não mais de 3,3% como previsto anteriormente.
 
Para o câmbio, o mercado financeiro projeta queda na taxa, que ficaria em R$ 2, 07 e não mais R$ 2,08 como estimado anteriormente. Não houve alteração para a taxa básica de juros (Selic), que permaneceria em 7,25% ao ano em dezembro de 2013.
 
Nas contas externas, a expectativa do mercado piorou. O déficit em conta-corrente, um dos principais indicadores das contas externas, passou de US$ 62,1 bilhões para US$ 63,05 bilhões, mesmo com o saldo da balança comercial sendo elevado de US$ 15 bilhões para US$ 15,43 bilhões. Os investimentos estrangeiros diretos ficaram em US$ 60 bilhões.

Fonte: O Popular (GO)

Deixe um comentário