Mais de 70% dos trabalhadores não tem seguro-desemprego, diz OIT

Sistema de seguro-desemprego existe em 72 dos 198 países monitorados. Na América Latina e Caribe, cobertura é inferior a 40%

Mais de 70% dos trabalhadores no mundo não têm seguro-desemprego e a nenhum tipo de assistência em caso de perda de emprego, informou nesta quarta-feira (14) a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

O sistema de seguro-desemprego existe em 72 dos 198 países monitorados pela OIT, a maioria nações com renda média ou alta.

Quando considerados os trabalhadores que não pagaram durante tempo suficiente as cotas para ter acesso ao seguro em um determinado momento, o número de pessoas que não recebem indenização chega a 86%.

“Isto significa que mais de 86 por cento das quase 40 milhões de pessoas que abandonaram o mercado laboral desde 2008 se encontrou repentinamente sem uma renda regular”, disse Florence Bonnet, analista da OIT para a área de proteção social.

Segundo a OIT, os jovens estão sendo particularmente afetados por este problema. Somente 16 países oferecem seguro desemprego para jovens desempregados que estão em busca de seu primeiro trabalho.

Diferenças regionais

Na Europa e na América do Norte, 80% dos desempregados recebem subsídios, enquanto na África não chegam a 10%.

A cobertura é inferior a 40% na América Latina e no Caribe, e inferior a 20% no Oriente Médio e na Ásia.

Segundo Bonneet, os benefícios de desemprego desempenharam um papel essencial para administrar a crise econômica.

“Os países com proteção contra o desemprego e outros mecanismos similares, idealmente associados com políticas ativas do mercado laboral, tem sido capazes de reagir à crise com maior rapidez e de maneira mais eficaz que outros países que não têm este tipo de estabilizadores automáticos”, afirmou Bonnet.

Fonte: G1.com

Deixe um comentário