Inflação sobe com alta da água e ônibus

O aumento de 5,59% da tarifa de água e esgoto e de 3,7% da passagem de ônibus urbano (3,7%) fez a inflação do mês de maio subir 0,79% em Goiânia, ficando acima de registrada em abril, que foi de 0,53%. De acordo com o Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos da Secretaria de Gestão e Planejamento (IMB/Segplan), juntos, esses dois itens somaram 0,43 ponto porcentual de impacto no índice inflacionário de maio. No acumulado do ano, a inflação de Goiânia atinge 4,12%, e nos 12 últimos meses, 6,43%.

Em maio, o grupo de alimentação registrou menor ritmo de crescimento dos preços, com elevação de 0,48%. Mas alguns alimentos permaneceram com aumentos elevados, com destaque para o açúcar (4,8%), pão francês (2,38%), carne bovina (2,13%) e frutas (2,06%).

O grupo de transportes apresentou taxa de 1,6%, puxada pelo reajuste da passagem de ônibus urbano (3,7%) e pela motocicleta (3,55%). A alta do grupo de transportes não foi maior porque no mesmo mês houve queda nos preços da gasolina comum (-1,58%) e do etanol (-2,67%).

CESTA BÁSICA

A cesta básica subiu 1,19% em Goiânia no mês passado, chegando a custar R$ 296,77, o quinto menor custo entre as 18 pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). No acumulado do ano, a alta foi de 8,05%. Já na comparação com maio de 2013, o aumento foi de 0,96%.

Em maio, sete itens que compõem a cesta goianiense tiveram aumento, sendo que todos eles subiram acima do porcentual médio da cesta (1,19%): tomate (11,23%), banana prata (10,99%), café em pó (4,36%), óleo de soja (4,09%), farinha de trigo (2,40%), batata inglesa (1,67%) e arroz agulhinha (1,32%).

Fonte: O Popular

Deixe um comentário