Indústria teve crescimento de 5%

Em fevereiro, a produção industrial avançou 5% ante o mesmo mês de 2013. O resultado interrompe dois meses de taxas negativas: 2,6% em dezembro e 2,2% em janeiro. Sobre janeiro, a expansão ficou em 0,4%, o que, para o IBGE, reflete um comportamento de alta da atividade de janeiro para fevereiro, com expansão em três das quatro categorias de uso e 19 dos 27 ramos pesquisados.

Segundo a Pesquisa Industrial Mensal Produção Física Brasil (PIM/PF Brasil), entre as atividades, a principal alta veio dos veículos automotores: 7%. Foi o segundo resultado positivo consecutivo do setor, que acumula crescimento de 16,8% em 2014.

Outras contribuições positivas vieram de: equipamentos de instrumentação médico-hospitalar, óticos e outros (17,6%), bebidas (5,1%), alimentos (1,4%), borracha e plástico (4,2%), metalurgia básica (2,8%) e fumo (25,2%). Entre os sete ramos com produção em queda de janeiro para fevereiro, destacam-se: farmacêutica (9,7%) e outros produtos químicos (3,1%) – o primeiro eliminou parte do avanço de 30,8% no mês anterior, e o último amargou o segundo recuo consecutivo, acumulando perda de 5,9%.

O Instituto de Estudos para o Desenvolvimento da Indústria (Iedi), sublinha que, após crescer 3,8% em janeiro, o avanço da atividade industrial em 2014 já atinge 1,3%, frente a igual período de 2013: “A média móvel trimestral, que era negativa até janeiro, passou a ser ligeiramente positiva em fevereiro, de 0,1%”, compara o Iedi.

Fonte: Monitor Digital

Deixe um comentário