Inadimplência do consumidor sobe 15% em 2012, diz Serasa

O avanço da inadimplência neste ano foi puxado principalmente pelos atrasos nas parcelas de veículos

O alto nível de endividamento das famílias provocou um avanço da inadimplência no ano passado apesar da perda de fôlego nos atrasos nos pagamentos a partir do segundo semestre.

Segundo indicador da Serasa Experian divulgado nesta quinta-feira, o crescimento em 2012 foi de 15% na comparação com o ano anterior.

O comprometimento de renda, puxado pelo endividamento crescente desde 2010, dificultou o pagamento em dia no ano passado, de acordo com os economistas da empresa.

“Com parte do orçamento tomado por prestações, em 2012 o consumidor evitou novas compras e aproveitou a queda nos juros para regularizar pendências”, afirma a equipe em nota.

O avanço da inadimplência neste ano foi puxado principalmente pelos atrasos nas parcelas de veículos, em reflexo às concessões concedidas em 2010 e 2011, com condições facilitadas de compra.

Diante desse quadro, bancos passaram a adotar uma posição mais conservadora na avaliação dos empréstimos e provocaram uma retração na oferta de crédito. Segmentos como o de veículos, com maior dependência de financiamentos, foram duramente afetados.

A dificuldade dos consumidores para efetuar novos gastos e obter aprovação de crédito pesou sobre o resultado da economia. A inadimplência foi apontada como um dos vilões do crescimento, em especial no início do ano passado.

Fonte: Folha.com

Deixe um comentário