SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS METALÚRGICAS, MECÂNICAS E DE MATERIAL ELÉTRICO DE GOIÂNIA – SINDMETAL – GO

Menu

Horário de verão terá quatro dias a mais e economia 31,35% menor

O horário de verão brasileiro terá quatro dias a mais, segundo anúncio feito pelo Ministério das Minas e Energia na manhã desta terça-feira (14/10). Os brasileiros vão precisar alterar o horário dos relógios a partir de 0h de 19 de outubro até 0h de 22 de fevereiro de 2015. A mudança ocorre nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Sul, incluindo o DF.

O acréscimo de dias foi uma medida da pasta para evitar que o fim do período ocorresse junto com o carnaval, fazendo com que dure uma semana a mais do que a última edição do horário de verão, que foi do dia 20 de outubro a 16 de fevereiro.

Segundo a pasta, a economia prevista será 31,35% menor este ano por conta do maior despacho térmico – energia mais cara, gerada por termoelétrica -, apesar do horário ter se estendido por mais dias do que no ano passado. A média tem sido de 122 dias: o próximo horário de verão terá 126 dias.

Em 2013/2014 a economia foi de R$ 405 milhões; para o período 2014/15 a projeção é de uma redução de R$ 278 milhões. “As condições hidrológicas deste ano, com a falta de chuvas, obrigaram um despacho térmico maior, por isso os ganhos serão enormes”, disse o secretário de energia do Ministério das Minas e Energia, Ildo Grüdtner.

Ele ressaltou que há ganhos econômicos de R$ 4,5 bilhões com investimentos evitados na construção de novas térmicas movidas a gás. “Também teremos uma economia de 0,4% no armazenamento dos reservatórios do Sudeste/Centro-Oeste e de 1,1% no Sul”, acrescentou.

Fonte: Correio Braziliense

Deixe um comentário