Gás de botijão sobe 5,34% no IPCA-15 de setembro

Os preços do gás de botijão subiram 5,34% em setembro, segundo os dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) divulgados nesta terça-feira, 22, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso, o item adicionou sozinho 0,06 ponto porcentual à taxa de inflação, que ficou em 0,39% neste mês.A alta reflete parte do reajuste de 15,00%, em vigor desde 1º de setembro. Em algumas regiões, o avanço foi ainda mais salgado, como em Goiânia (9,13%), Brasília (7,69%) e Fortaleza (7,48%).

Além disso, a taxa de água e esgoto subiu 1,59% no IPCA-15 de setembro, resultado de aumentos em três regiões. Na região metropolitana do Rio de Janeiro, houve alta de 5,42%, devido ao reajuste de 9,98% desde 1º de agosto. Em Curitiba, o avanço de 3,49% reflete reajuste extraordinário de 8,00% em 1º de setembro. Já em São Paulo, a elevação de 3,23% se deve à menor intensidade do efeito do Programa de Incentivo à Redução de Consumo de Água.

Tanto o gás de botijão quanto a taxa de água e esgoto impactam o grupo Habitação. Apesar disso, a categoria desacelerou em setembro, para alta de 0,68% (ante 1,02% em agosto). Isso porque as tarifas de energia elétrica recuaram 0,37%, mesmo com reajustes em Brasília e Belém, pois houve redução na parcela de PIS/Cofins incidente sobre as contas de luz.

Ainda em Habitação, cabe destacar os itens artigos de limpeza (0,82%), aluguel residencial (0,60%) e condomínio (0,45%), também impactos de alta em setembro.

Fonte: EM

Deixe um comentário