Demanda do consumidor por crédito cai 2,3% em junho, diz Serasa

O número de pessoas que buscou crédito recuou 2,3% em junho na relação a maio. Já na comparação com o mesmo mês do ano passado, houve alta de 10,1%. No acumulado do ano (janeiro a junho de 2015), a procura do consumidor por crédito cresceu 4,8%. As informações são da Serasa Experian.

Segundo economistas da entidade, a queda da procura por crédito em junho na comparação com maio já era esperara pois, por conta do Dia as Mães, a demanda do consumidor por crédito tende a ser mais alta em maio. Por outro lado, a realização da Copa do Mundo no Brasil, a partir de 12 de junho do ano passado, reduziu a base de comparação, ocasionando aumento interanual de 10,1% na demanda do consumidor por credito em junho relativamente ao mesmo mês do ano passado.

A demanda recuou em todas as faixas de rendas mensais dos consumidores em junho, um pouco mais intensas nas camadas de rendas mais baixas: queda de 2,8% para quem ganha até R$ 500 por mês e recuo de 2,5% para quem recebe entre R$ 500 e R$ 1.000 mensais. Para os consumidores que recebem entre R$ 1.000 e R$ 2.000 mensais, entre R$ 2.000 e R$ 5.000 por mês e entre R$ 5.000 e R$ 10.000 mensais, as quedas das demandas por crédito em junho foram praticamente as mesmas: 2,2%, 2,1% e 2,2%, respectivamente. Por fim, houve recuo de 1,9% na demanda por crédito para quem recebe mais de R$ 10.000 por mês em junho.

Todas as regiões do país registraram recuos mensais nas demandas dos seus consumidores por crédito em junho. A maior delas ocorreu no Norte, com queda de 3,3%. Também no Sudeste a queda foi de 3%. No Centro-Oeste foi de 2,3% e no Nordeste, de 2,1%. A menor queda na procura do consumidor por crédito em junho ocorreu na região Sul, com baixa de 0,3% frente a maio.

Fonte: G1

Deixe um comentário