Custo do metro quadrado sobe 0,43% em fevereiro

O custo do metro quadrado (m²) em fevereiro em Goiânia permaneceu como um dos mais baratos do País, como apresentou a pesquisa do Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O valor do metro quadrado, considerando a desoneração da folha de pagamento de empresas do setor da construção civil, apurado em Goiás foi de R$ 855,07. Já o custo médio sem a desoneração verificado foi de R$ 908,88. Enquanto no Brasil o aumento do custo teve alta de 0,44%, em Goiás a alta foi de 0,43%.

Segundo o diretor da Comissão de Economia e Estatística do Sindicato da Indústria da Construção em Goiás (Sinduscon-GO), Ibsen Rosa, essa inflação do custo do metro quadrado é o reflexo do aumento do material de construção. Mas, segundo ele, a variação ocorrida em Goiás está dentro da média e não apresenta as fortes elevações ocorridas no setor nos anos de 2011 e 2012. “Neste ano, os juros estão mais altos, a demanda está menor, que são fatores que colaboram para reduzir a inflação. Além disso, Goiás tem um mercado estruturado e custos menores que os dos outros Estados”, explica.

O diretor de Economia e Estatística do Sinduscon explica que o índice da construção deve acompanhar a inflação e subir no ano de 4% a 6%, o que fará com que as altas mensais não ultrapassem o 1%. A exceção deve ocorrer em maio quando há convenção coletiva dos trabalhadores e há um pico de elevação nos custos do setor. “Mas depois a situação se equilibra e os custos voltam a acompanhar a inflação do período”, explica Ibsen.

Fonte: O Hoje

Deixe um comentário