SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS METALÚRGICAS, MECÂNICAS E DE MATERIAL ELÉTRICO DE GOIÂNIA – SINDMETAL – GO

Menu

Crédito de programa do governo aumentou 66% em 2013, diz Dilma

O Crescer, programa de microcrédito produtivo do governo federal para empreendedores, cresceu 66% em 2013. A informação foi apresentada pela presidente Dilma Rousseff em seu programa de rádio semanal “Café com a Presidenta”.

De acordo com Dilma, em dois anos e meio o Crescer emprestou R$ 12,5 bilhões para apoiar os empreendedores. “Esses recursos significam a melhoria, o crescimento e a sobrevivência de um pequeno negócio. Um apoio, por exemplo, ao esforço da mãe que abriu o seu pequeno negócio e busca o aumento da renda da família. Cada um dos empréstimos do Crescer é uma alavanca para os nossos pequenos empresários e é mais desenvolvimento para o Brasil”, afirmou a presidente.

O Crescer oferece crédito barato para quem quer começar ou expandir o pequeno negócio. O programa tem financiamento médio de R$ 1.350. O crédito do Crescer tem juros de 5% ao ano e é oferecido para os empresários com faturamento de até R$ 120 mil por ano. O limite de financiamento é de R$ 15 mil.

Para Dilma, o maior desafio do Crescer é estimular o uso do crédito para a compra de máquinas e equipamentos que vão melhorar a produtividade e o lucro das micro e pequenas empresas. Mais de 80% das operações de crédito do Crescer são feitas por pessoas físicas e com um prazo médio de seis meses. Assim, a maior parte do dinheiro é direcionada para o capital de giro, em gastos a curto prazo.

“Hoje, para conceder um crédito por um prazo mais longo, os bancos exigem uma garantia, como, por exemplo, um imóvel, e o empreendedor individual ou o pequeno empresário muitas vezes não tem essa garantia para dar. Nós sabemos que esse pequeno empreendedor é bom pagador e pode ser coberto, por exemplo, por um fundo de aval. Os bancos que oferecem o crédito do Crescer estão avaliando mecanismos para estabelecer e facilitar o acesso ao crédito para o investimento, seja o aval solidário ou o tradicional”, explica a presidente.

Fonte: G1

Deixe um comentário