Consumo de energia cai 1,1% e geração diminui 1,5% em junho, diz CCEE

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) apontou redução no consumo (-1,1%) e geração (-1,5%) de energia em junho deste ano ante o mesmo período de 2014. Os dados preliminares são do boletim InfoMercado da CCEE.

Foram entregues 58.642 MW médios ao Sistema Interligado Nacional (SIN) entre os dias 1º e 30 de junho. A produção das usinas eólicas cresceu 75,1% ante o mesmo período do ano passado, para 2.261 MW médios, enquanto a geração das usinas hidrelétricas foi de 38.823 MW médios, uma queda de 6,5% – este número representa 66,2% de toda a geração de energia no país, índice 3,5 pontos percentuais inferior ao registrado em 2014.

O consumo de energia elétrica somou 56.818 MW médios, com redução tanto no mercado cativo (ACR) quanto no mercado de contratação livre (ACL). O primeiro sofreu uma redução de 0,7% (42.552 MW médios registrados), enquanto a queda entre os agentes livres foi de 2,4%, com um consumo de 14.266 MW médios.

No ACL, os seguintes setores registraram aumento: extração de minerais metálicos (+5,1%), telecomunicações (+4,2%), madeira, papel e celulose (+2,3%) e transportes (+1,3%). Os demais setores registraram quedas, sendo as maiores nas áreas de saneamento (-15%), bebidas (-14,1%) e veículos (-9,1%).

As empresas que, devido à grande demanda por eletricidade, necessitam investir em energia própria, tiveram queda na geração (-0,3%) e no consumo (-3,7%). Ainda assim, as autoprodutoras obtiveram aumento nos setores de madeira, papel e celulose (+36,5%), químico (+17,2%), extração de minerais metálicos (+14,5) e transportes (+10,4%).

Fonte: EM

Deixe um comentário