Câmara realiza último debate sobre projeto do IPTU

Entre 9 e 11 horas, a Câmara Municipal de Goiânia realizou a última Audiência Pública sobre a proposta de reajuste de IPTU e ITU. Com o auditório quase em sua capacidade máxima, representantes da prefeitura, de entidades de classe, vereadores e populares se posicionam publicamente sobre o projeto.

Como ocorrido nas Audiências anteriores, o debate foi dominado por representantes e pessoas ligadas à Administração Municipal.  O secretário Municipal de Finanças, Jeovalter Correa, voltou a defender o projeto afirmando que a Prefeitura vai apresentar todos os projetos a serem financiados com recursos do IPTU.

“Nas audiências públicas, vimos a população cobrando serviços e é isso que a Prefeitura vai fazer. Precisamos de recursos para fazer os investimentos que a cidade precisa, para melhorar a prestação de serviços”, declarou. Segundo Jeovalter, o aumento da planta de valores é de 5% do valor do imóvel.

Vereadores da oposição e alguns representantes do bloco moderado criticaram o posicionamento do secretário e voltaram a acusar a Prefeitura de tentar promover um aumento abusivo e não conseguir controlar as próprias finanças.

“Aos que me perguntam se votarei a favor ou contra, vou dar uma dica: O salário dos senhores aumentou 58%?”, disparou Anselmo Pereira (PSDB). Para Djalma Araújo (SD), “o grande debate a ser feito é a reforma tributária”.

De acordo com Carlos Soares (PT) o projeto já está em análise pela Comissão de Constituição e Justiça e deverá ser votado até próxima quarta (3).

Fonte: O Popular

Deixe um comentário