Bovespa sobe forte e Petrobras dispara após 1º turno das eleições

Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) disputam a presidência. Ações da Petrobras chegaram a subir quase 17% no início dos negócios.

A bolsa de valores reage positivamente nesta segunda-feira (6) ao resultado do primeiro turno da eleição presidencial, que mostrou arrancada final do candidato de oposição Aécio Neves (PSDB). O Ibovespa, principal indicador da bolsa paulista, opera com forte alta, puxado pela disparada das ações da Petrobras.

Mais do que a presença do tucano no segundo turno, agentes destacavam que a votação obtida neste domingo pelo tucano o aproximou da primeira colocada, a presidente Dilma Rousseff (PT).

Às 13h48, o Ibovespa avançava 4,88%, aos 57.198 pontos. Na máxima do dia, chegou a subir quase 8%. Veja a cotação

Por volta do mesmo horário, as ações da Petrobras subiam cerca de 10%, a R$ 19,37, depois de terem chegado a subir quase 17% no início do pregão.

A euforia também tem reflexos sobre a cotação do dólar, que opera em baixa acentuada nesta segunda-feira.

“O primeiro movimento certamente vai ser de euforia, bastante acentuada porque muita gente havia montado posições baseando-se em vantagem maior da Dilma”, afirmou o sócio-gestor da Queluz Asset Management, Luiz Monteiro, que vê cenário de mais volatilidade. “Mas depois o mercado vai começar a avaliar as probabilidades do segundo turno e devemos ver correção”, afirmou à agência Reuters, antes da abertura do pregão.

A Bovespa fechou em alta nesta sexta-feira (3), puxada pelas ações da Petrobras, em mais uma sessão marcada por especulações sobre a eleição presidencial, no último pregão antes da votação em primeiro turno, no domingo (5).

O Ibovespa, principal indicador da bolsa paulista, registrou alta de 1,91%, aos 54.539 pontos.

Na semana, a bolsa acumula queda de 4,67%, e no mês, alta de 0,78%. No ano, há valorização de 5,89%.

Fonte: G1

Deixe um comentário