SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS METALÚRGICAS, MECÂNICAS E DE MATERIAL ELÉTRICO DE GOIÂNIA – SINDMETAL – GO

Menu

Bosch: SMC é autorizado pelos metalúrgicos do 1º turno a continuar negociação do aumento salarial

Caso a negociação com a empresa não avance o Sindicato vai partir para o debate salarial com o Sindimetal

Ontem de manhã (22) a maioria dos cerca de 1,6 mil metalúrgicos do 1º turno da Bosch autorizaram o SMC (Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba/PR) continuar negociando o aumento salarial de 2012. O encaminhamento foi aprovado em assembleia liderada pelo Sindicato na porta de fábrica. Com isso o Sindicato fica autorizado a já barrar qualquer proposta que não esteja à altura da reivindicação dos trabalhadores.

Caso a negociação com a empresa não avance o Sindicato vai partir para o debate salarial com o Sindimetal (Sindicato das Industrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico do Estado do Paraná). O desfecho desta situação será repassada aos trabalhadores em breve, nas assembleias em frente à fábrica.

Um dos pontos que está travando a negociação desde a semana passada é o debate referente ao abono salarial. Neste item a direção da fábrica sugeriu o desenvolvimento de outra forma de viabilização para sua aplicação. “Não é possível aceitar uma discussão de um novo conceito de abono sendo que o mesmo está sendo aplicado há mais de dez anos. Para discutir um novo conceito teríamos que começar do zero novamente e nós não temos tempo para isso”, avisa o presidente do SMC, Sérgio Butka.

Ainda hoje a tarde mais uma assembleia será realizada com os metalúrgicos do 2º turno às 14h para ratificar o encaminhamento aprovado de manhã.

A unidade da Bosch situada na Cidade Industrial de Curitiba (CIC) e produz bombas injetoras para sistemas a dieesel e emprega cerca de 3600 trabalhadores. A empresa possui mais três plantas no Brasil: duas em Campinas (SP) e uma em Aratu (BA). As unidades instaladas no país fabricam produtos para o mercado de reposição, ferramentas elétricas, sistemas de segurança, termotecnologia, máquinas de embalagem e máquinas industriais, além de prestar serviços automotivos para montadoras.

Fonte: Mundo Sindical

Deixe um comentário