Acordo salarial dos metalúrgicos

A proposta final e definitiva da CSN foi apresentada no dia 15 de junho e éformada por duas opções

A CSN se reuniu com o Sindicato dos Metalúrgicos hoje (29), para reafirmar a inexistência de nova proposta para a renovação do acordo coletivo 2012/2013 em Volta Redonda. O DIÁRIO DO VALE está tentando um contato com a direção do Sindicato, mas até o momento os telefonemas não tiveram retorno.

A proposta final e definitiva da CSN foi apresentada no dia 15 de junho, formada por duas opções:

OPÇÃO 1:
INPC de 4,88% em junho de 2012;
10% de aumento no cartão alimentação, aumentando para R$ 275,00 a partir de junho de 2012;
1% de aumento real a partir de junho de 2012;
Crédito extra no cartão alimentação em dezembro deste ano, no valor de R$ 300,00, sem a participação do empregado

OPÇÃO 2:
INPC de 4,88% a partir de maio de 2012;
10% de aumento real no cartão alimentação aumentando para R$ 275,00 a partir de maio de 2012;
1% de aumento real a partir de janeiro de 2013;
Dois créditos extras no cartão alimentação: R$ 250 em junho e R$ 250 em dezembro, sem participação do empregado.

A proposta da CSN, independente da opção, engloba também reajuste do Auxílio Creche e do Empréstimo Especial. O Auxílio Creche passa dos atuais R$ 385,00 para R$ 404,00 e o Empréstimo Especial dos atuais R$ 2.500,00 para R$ 2.620,00.
A proposta, em qualquer de suas opções, garante a reposição da inflação e oferece aumento real.
Em Casa de Pedra, em Minas Gerais, a mesma proposta foi apresentada pela empresa, aceita pelo Sindicato local e apreciada pelos empregados da Mineração, que a aprovaram por 63%. A opção 2 foi a mais votada, com 67% da preferência.
É importante ressaltar que a renovação do Acordo Coletivo não trata apenas de cláusulas econômicas, mas também garante a manutenção dos benefícios atuais.

Confira os benefícios atuais vigentes:

* Programa de Preparação para Aposentadoria;
* 160 bolsas de estudo para níveis superior;
* Manutenção das bolsas para níveis técnicos;
* Pagamento de Horas Extras com os percentuais acima do previsto na legislação trabalhista;
* Seguro de Vida;
* Garantia de Emprego ou Salário da Gestante pelo prazo de 150 dias, após o retorno da licença-maternidade;
* Empréstimo Especial no valor de 1 salário base até o limite de R$ 2.620,00;
* Adicional Noturno de 40% sobre o valor da hora diurna normal;
* Abono de Férias de 70% do salário
* Plano de Saúde e Odontológico;
* Cesta Natal (Fria)
* Convênio Farmácia.

Por uma decisão do Sindicato dos Metalúrgicos, a opção 2 não foi apresentada aos empregados em Volta Redonda, na votação realizada no dia 19.

A proposta FINAL e DEFINITIVA da CSN está alinhada com o difícil momento enfrentado pelo setor siderúrgico, que já acumula uma produção de 535 milhões de toneladas de aço no mundo. Apenas no Brasil já se contabiliza uma produção estocada da ordem de 45 milhões de toneladas de aço.

Fonte: Diário do Vale (RJ)

Deixe um comentário