22 mil goianos entregam a declaração no primeiro dia

Prazo começou ontem e vai até o dia 30 de abril.

No primeiro dia de envio da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2014, o contribuinte goiano avaliou como “fácil” o manuseio do programa de emissão dos dados. O movimento foi grande nos escritórios de contabilidade também estiveram movimentados e, o final do dia, 22 mil pessoas haviam entregue a declaração, o maior volume desde 2011.

Segundo informações da Receita Federal em Goiânia, o número foi atingido até as 21 horas, dentre os cerca de 800 mil esperados para este ano. Em 2013, apenas 16 mil haviam entregue suas informações no primeiro dia e, em 2012, foram 12 mil. “É um dos melhores resultados”, diz o supervisor do IR em Goiânia, Jorge Martins. Em todo o País, 278 mil haviam entregue a declaração até às 17 horas de ontem.

A possibilidade de baixar o programa de declaração com uma semana de antecedência do primeiro dia de envio, o feriado de carnaval , que possibilitou ao contribuinte organizar seus papéis, e a novidade da declaração pré-preenchida contribuiram, segundo analistas, para o crescimento do número de documentos entregues.

O aposentado José Carlos Barbosa, por exemplo, diz que baixou o programa já na semana passada. A organização dos papéis foi feita durante todo o ano passado. “Guardo tudo numa pasta para não ter problemas na hora de declarar”, revela. O feriado, porém, foi decisivo dar a última conferida para ter condições de enviar sua declaração na tarde de ontem.

José Carlos diz que não encontrou dificuldade na operação do programa da Receita. Aposentado pelo Banco do Brasil, ele diz que o único problema foi levantar o comprovante de renda junto a Caixa de Previdência da instituição (Previ). “O documento não abria. Mas depois de quatro tentativas deu certo. Não tive nenhum dificuldade no site da Receita ou dúvida com o programa”, revela.

O funcionário público Alessandro Guilherme, por sua vez, avaliou o processo como “mais tranquilo”. “A declaração pré-preenchida facilitou a vida do contribuinte”, destacou. Ele conta que seus documentos para dedução também foram separados com antecedência. “Desde janeiro venho juntando a documentação com os gastos dos meus quatro filhos. Ontem, enviei os dados sem problemas”, diz.

A servidora pública Elaine Gonzaga também se antecipou para estar entre os primeiros lotes de restituição. Ela avaliou que o sistema de preenchimento da declaração do Imposto de Renda é “muito simples”. “Pelo menos eu achei. Não tive de juntar documentos. Porque só levantei informações no site do Ipasgo e declaração de rendimentos. Mas sei que a organização tem de ser gradual. Se deixar para cima da hora, vira problema”, alerta.

O fisioterapeuta Aurélio César Moreira, por sua vez, disse que dessa vez não teve dúvida alguma. “Cansei de ter a restituição sempre no último lote. Resolvei me antecipar e, como não viajei no feriado de carnaval, organizei todos os papéis. Na hora do almoço, enviei meus dados sem problema algum. O programa estava ágil”, destaca.

Escritórios

A movimentação – considerada atípica por alguns contadores – foi sentida na maior parte dos escritórios de contabilidade. A reportagem entrou em contato ontem com três escritórios. Dois disseram estar “abarrotados” com pedidos de contribuintes. Apenas um disse que o movimento estava dentro da normalidade para o primeiro dia de movimentação.

O contador Antônio José Ferreira Mota, do Escritório Contal Contabilidade, afirmou que a “procura precoce” levou o escritório a realizar agendamentos para a próxima semana. “Os agendamento serve para esclarecer sobre alguns pontos. Estamos percebendo que o contribuinte está mais atento.”

O contador José Alves, do Econt Contabilidade, destacou que desde a semana passada vem recebendo ligações de contribuintes para esclarecer dúvidas. Já o contador Vancélio Alves da Silva, do Escritório Vancelio Contabilidade, disse que seus clientes não se anteciparam. “Está fluindo dentro da normalidade. Uma declaração mais completa requer mais tempo para juntar os documentos”, disse.

Iniciado ontem, o prazo para envio da declaração vai até o dia 30 de abril deste ano, e quem perder está sujeito a uma multa mínima de R$ 165,74. O programa para emissão está disponível para download no site da Receita (www.receita.fazenda.gov.br). Neste ano também está permitida a entrega por meio de tablets e smartphones desde o início do prazo.

Fonte: O Popular

Deixe um comentário