SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS METALÚRGICAS, MECÂNICAS E DE MATERIAL ELÉTRICO DE GOIÂNIA – SINDMETAL – GO

Menu

13º salário de metalúrgicos injeta mais de R$ 200 milhões na economia

A base do Sindicato é formada por 43,4 mil trabalhadores

O décimo-terceiro salário dos metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Igaratá e Santa Branca vai representar uma injeção de R$ 209 milhões na economia da região, até dezembro de 2012. Os dados são do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) ? subseção do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região.

A base do Sindicato é formada por 43,4 mil trabalhadores, com média salarial de R$ 4,8 mil. Do valor total do 13º, 50,21% referem-se aos funcionários da Embraer. Em segundo lugar, vêm os trabalhadores da General Motors, responsáveis por 25,52% da massa salarial. O estudo do Dieese está baseado na divisão do Código Nacional de Atividade Econômica (CNAE) do IBGE.

Considerando-se o total de trabalhadores com carteira assinada nas cidades avaliadas, a participação do ramo metalúrgico é de 31,43%. Apesar de parte dos trabalhadores já terem recebido a antecipação do 13º ao longo do ano, o Dieese considera que 70% dos valores serão pagos entre novembro e dezembro.

RMVale

O Dieese também avaliou a injeção do 13º salário na economia dos 39 municípios da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte (RM Vale). Nesse caso, serão injetados cerca de R$ 1,2 bilhão, em razão do valor estimado a ser recebido pelos 582 mil trabalhadores com carteira assinada, de todos os setores, incluindo os domésticos.

Para a análise da RMVale, o Dieese baseou-se no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) e na Rais (Relação Anual de Informações Sociais), ambos do Ministério do Trabalho.

Fonte: Agora Vale.com

Deixe um comentário